domingo, 5 de maio de 2013

Minutos da eternidade

Ogaaaobiuxgxcapyh_av9uu94lreiqg6vy6m8s5-5kkrzio_8bv3_7zrxwx2ctswptw_vc7vxwsnnmxgcm6c0o-ezb8am1t1uo-jvywzcjoylgfcqci3rnlaa4k7_large

E ela se fazia de forte. Fingia que não ligava e quase não sentia seu coração se remoer por baixo da casca que ela mesma havia feito em volta dele. Fingia não ligar para aquele garoto. Mas aí ela foi cair na tentação de falar com ele. Era quase inevitável. Maldito o exato momento em que ela foi ouvir seu coração  e perder o sono pensando nele. Mas ela ainda se fazia de forte, só que dessa vez, era uma força externa, e não mais por dentro. Ela ficava envergonhada ao falar com ele, mas não dava o braço a torcer. Aliás, o único contato que eles tinham era através de um computador. Ela sabia que ele gostava dela, e ele, bem, desconfiava de que ela gostava dele mas tinha certo receio. Até que uma vez ficaram sem se falar por três dias. Por três longos dias. E as horas se arrastavam. Ela sempre estava online nos momentos em que eles costumavam se falar, mas não, ele não estava lá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi gatas! Eu amo comentários!Use este espaço para falar o que achou do blog, dos posts...Se quiser criticar também pode,mas sem ofender ok? No final do comentário deixe o link do seu blog para que eu possa visita-lo.

Ocorreu um erro neste gadget